domingo, 16 de abril de 2017

[Livro que virou Filme] O Amor vem Devagar

Olá!
Hoje eu fui a louca que acordou as 4:30h da manhã e foi pra sala pra chamar o sono. E ele veio? Não! Ele não veio!
Então eu fiz duas coisas: mexi no Youtube e assisti a um filme (no próprio Youtube!).
Agora que parei para escrever, percebi que hoje é Páscoa, então: FELIZ PÁSCOA!!!!! O que é interessante, pois o filme que assisti é considerado um filme cristão. É um romance baseado na construção do amor no dia a dia, fala-se sobre fé em Deus, como aguentar os problemas da vida. É aquele filme que você pode assistir tranquilo com a família e crianças, pois não há cenas picantes. Dose certa de drama, romance e humor.
A história inicia com o casal Aaron e Marty Claridge mudando de cidade para iniciar uma nova vida, afinal são recém casados. O ano é 1800, na época do Velho Oeste. Eles estão felizes e em um acidente de cavalo, Aaron acaba morrendo.
Marty se vê sozinha e deve tomar uma decisão do que fazer de sua vida. No enterro de seu marido aparece Clark Davis, um morador local que lhe propõe casamento. Ele é um viúvo com uma filha pequena, chamada Missie já uma garotinha bem madura para a idade. Clark quer que a filha tenha uma influência feminina e promete a ela que dali a exatamente um ano - no início da próxima primavera - ele compra uma passagem para ela voltar a sua terra. E assim inicia-se a história deles. Missie e Marty não se dão bem. Clark respeita Marty e os três começam a ter suas cicatrizes curadas.
Marty é apaixonante. Ela faz o primeiro marido levar na carroça todos os livros dela. São inúmeros! Eles têm mais livros do que comida. rs
A primeira vez que vi Clark Davis também me apaixonei, ele me lembrou muito Colin Firth.
O filme é baseado nos livros de Janette Oke, uma canadense que escreve romances cristãos. O filme tem nota 7,5 do IMDB que é uma nota muito boa para um filme desconhecido, esses filmes feitos somente para a TV. A série de livros chama-se "Love Comes Softly". 
Marty é vivenciada por Katherine Heigl, uma atriz que eu adoro por suas comédias românticas, exemplo Vestida para Casar.
Clark Davis é interpretado por Dale Midkiff e a linda filhinha Missie, pela atriz Skye McCole Bartusiak.

Quando eu assisto a um filme e gosto, vou atrás dos atores e fotos. Não encontrei nenhuma foto, então, depois vou fazer uns "prints" e colocar aqui.
E descobri algumas coincidências através das pesquisas.

1- Katherine Heigl: ela já está presente na minha vida pois iniciei a assistir Grey's Anatomy, uma série de TV (já com 12 temporadas) da qual ela faz parte interpretando uma das médicas residentes.
2 - Dale Midkiff: interpretou Louis Creed em Cemitério Maldito, filme baseado no livro O Cemitério de Stephen King e eu estou relendo no momento.
Uma notícia triste:
3 - Skye McCole Bartusiak: a menininha Messie, hoje teria 25 anos, no entanto, ela faleceu em 2014 aos 21. Ela foi encontrada morta em sua cama, a causa da morte foi considerada acidental. Foi causada por uso de medicamentos, mas paira a dúvida se foi acidental ou suicídio pois ela estava bem depressiva por não conseguir papéis bons.
4 - Skye interpretou Susan Martin, filha do personagem Benjamin Martin, interpretado por Mel Gibson em O Patriota (2000). No roteiro original de O Patriota era para Gibson ter 6 filhos, mas em homenagem ao seu sétimo filho que nasceria na vida real, os produtores deram o sétimo filho na ficção também.

Os sete filhos de Mel Gibson em O Patriota:

  • Gabriel Martin: Heath Ledger
  • Thomas Martin: Gregory Smith
  • Margaret Martin: Mika Boorem
  • Susan Martin: Skye McCole Bartusiak
  • Nathan Martin: Trevor Morgan
  • Samuel Martin: Brejan Chafin
  • William Martin: Logan Lerman
Coincidências macabras de Hollywood:
 Heath Ledger e Skye McCole Bartusiak foram filhos de Mel Gibson em O Patriota, Heath faleceu em 2008 e Skye em 2014, além de serem irmão fictícios eles tiveram mais alguma coisa em comum: ambos morreram da mesma forma: overdose acidental de medicamentos. Pois é, mais uma triste coincidência macabra de Hollywood.
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário