segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Livro que virou Filme: O Testamento





O Testamento

(Montana Sky)

atores: Ashley Williams, Charlotte Ross, Diane Ladd, Laura Mennell, Nathaniel Arcand, Aaron Pearl, Tom Carey e Jonh Corbett

Música: Steve Porcaro
Direção: Mike Robe

Personagens: Jack Mercy, Willa Mercy, Lily Mercy, Adam Wolfchild, Tess Mercy, xerife Nate Torrence, Bess (governanta), Ken (advogado), Ben McKinnon, Ham (capataz), Jesse Carne, Jim, Pickles

Esse roteiro é baseado no livro de Nora Roberts, uma das escritoras mais bem sucedidas dos EUA.
Jack Mercy era um fazendeiro muito rico que casou-se três vezes e teve uma filha em cada casamento, estando presente apenas na vida da últma filha, Willa, que cresceu e viveu com ele na fazenda junto com seu meio-irmão Adam.
O filme tem início no funeral de Jack, a primeira vez que as três irmãs se vêem: Tess, Lily e Willa.
Tess é uma roteirista fútil de Hollywood, filha do primeiro caamento.
Lily, do segundo casamento, é doce e está fugindo do ex-marido que a espancava e Willa é uma forte, dura e bela fazendeira.
O testamento de Jack é claro: as três herdarão 1/3 da fazenda cada uma, se seguirem a condição de morarem juntas na fazenda durante um ano.
Além delas, a governanta é beneficiada com $34.000,00 e Adam $20.000,00 (uma pouca quantia para o filho de sua última esposa).
Se a cláusula do testamento não for cumprida, a fazenda irá para os ambientalistas.
As três irmãs terão um grande desafio pela frente: lidar com suas diferenças.
Willa é clara em relação à Tess: se ela quiser sobreviver na fazenda terá que trabalhar duro ou dormirá na neve quando o inverno chegar.
Entre a fragilidade de Lily, a dureza de Willa e a futilidade de Tess, elas são desafiadas a conhecer uma família, à sobreviver e a conhecer o amor.
Lily e Adam acabam se aproximando, gerando a fúria do ex-marido, Jesse Carne, que segue-a até a fazenda.
Tess e o xerife bonitão, Nate Torrence, decidem conhecer-se melhor e até Willa sente-se balançada na relação contubarda com o fazendeiro vizinho Ben McKinnon, o mesmo que irá administrar sua fazenda durante aquele ano.
A sobrevivência entre elas já seria um empecilho suficiente para que aquele ano não acabasse bem, porém mortes de animais e depois de pessoas na fazenda complicaram a vida de cada uma delas.
Quem estaria por trás dos assassinatos?
Seria o meio-irmão Adam, para ficar com a fazenda? O ex-marido de Lily? Ben, o dono da fazenda vizinha? Ou seria Ham, o capataz que não recebeu nada da herança? Ou Jim ou Pickles, os funcionários da fazenda que não gostam de receber ordens de uma mulher?
Independente do assassino, O Testamento é um filme leve, gostoso de se ver, que amadurece cada uma das personagens e nos faz torcer, claro, para um final feliz.

IMAGENS:








Um comentário: