sábado, 24 de novembro de 2012

SOPRANDO VELINHAS: Billy Burke e Peter Facinelli

Pessoas lindas.
Cá estou eu de volta ao blog e quero ressuscitar uma coluna minha: o SOPRANDO VELINHAS.
Nessa coluna, eu pego um aniversariante da semana (normalmente ator\atriz) e descubro os seus trabalhos baseados em livros.

Grande conscidência é que no mês de novembro, no lançamento do último filme da Saga Crepúsculo, o aniversariante da semana não é um, abro uma exceção e faço uma homenagem trazendo dois aniversariantes dessa grande saga.
São dois pais os homenageados. De um lado temos, Billy Burke interpretando Charlie Swan, o pai de Bella e do outro lado, temos Peter Facinelli, interpretando Carlisle Cullen, o pai de Edward.

Billy Burke, nasceu William Albert Burke em 25 de novembro de 1966, em Everett, Washington, EUA.

Começou a atuar desde criança, mas tive dificuldade em achar uma biografia completa, com 15 anos participou de uma banda. O pai de Bella também é músico, gente!
Fez muitos filmes para TV e seriados, inclusive 24 Horas e Gilmore Girls e depois que interpretou o xerife Charlie em Crepúsculo, tornou-se conhecido do grande público.
Além de fazer sucesso em um filme adaptado de um livro do qual o tema é vampiros, Billy também interpretou  um outro pai (Cesaire), dessa vez da Chapeuzinho Vermelho, na nova versão do conto de fadas no filme A Garota da Capa Vermelha. Cuidado com o lobo mau.

LIVROS:











E no dia seguinte temos o outro pai: Peter Facinelli, que interpreta o vampiro Carlisle Cullen, pai adotivo de Edward.
Nascido a 26 de novembro de 1973 em Queens, Nova York, EUA.
O sucesso só veio mesmo, depois da atuação em Crepúsculo.  Ele é casado com a atris Jennie Garth, a Kelly de Barrados no Baile.




Além dos quatro livros citados acima (da Saga Crepúsculo), Peter atuou antes em uma adaptação de livro para o cinema: Os Garotos da minha Vida, a atriz principal é Drew Barrymore.



Beverly é uma garota que só se interessa por rapazes e farras. Antes de terminar o ginásio engravida e casa-se com o pai do bebê, um viciado em heroína. Com o fim precoce do casamento, resolve voltar aos estudos. Mais madura, ela enfrenta a cidade de Nova York apenas com a coragem e 500 dólares no bolso, tendo que se transformar em adulta à força.